Viseu recua no desconfinamento e Carregal do Sal passa a estado de alerta

08/07/2021 18:50

A ministra de Estado e da Presidência anunciou, há instantes, depois de reunião do Conselho de Ministros, que o número de concelhos em maior risco – e com mais restrições – subiu de 19 para 33, sendo que, na semana anterior, eram 19, havendo uma concentração forte na Área Metropolitana de Lisboa e no Algarve.

Segundo Mariana Vieira da Silva, a média diária de casos por Covid-19 subiu 54%, sendo que “Portugal continua na zona vermelha da matriz”. A incidência é de 254 casos por 100 mil habitantes e o Rt é de 1,20.

Em situação de risco elevado, existem, hoje, 27 concelhos — mais um comparativamente à semana passada — que são: Albergaria-a-Velha, Alenquer, Aveiro, Azambuja, Bombarral, Braga, Cartaxo, Constância, Ílhavo, Lagoa, Matosinhos, Óbidos, Palmela, Portimão, Paredes de Coura, Rio Maior, Salvaterra de Magos, Santarém, Setúbal, Sines, Torres Vedras, Trancoso, Trofa, Viana do Alentejo, Vila Nova de Famalicão, Vila Nova de Gaia e Viseu.

Nestes concelhos, aplicam-se as seguintes regras:

  • Limitação da circulação na via pública a partir das 23h00.
  • Restaurantes podem funcionar até às 22h30. Às sextas-feiras a partir das 19h00 e aos sábados, domingos e feriados durante todo o dia, o acesso a restaurantes para serviço de refeições no interior está permitido apenas aos portadores de certificado digital ou teste negativo. A limitação do número do número de pessoas por mesa mantém-se: máximo de 6 pessoas por mesa no interior e de 10 pessoas por mesa na esplanada;
  • Exigência de teste negativo ou certificado digital para o acesso a estabelecimentos turísticos e de alojamento local;
  • Teletrabalho obrigatório quando as atividades o permitam;
  • Restaurantes, cafés e pastelarias podem funcionar até às 22h30 (no interior, com um máximo de 6 pessoas por grupo; em esplanada, 10 pessoas por grupo);
  • Espetáculos culturais até às 22h30;
  • Casamentos e batizados com 50 % da lotação;
  • Comércio a retalho alimentar, não alimentar e prestação de serviços até às 21h00;
  • Permissão de prática de todas as modalidades desportivas, sem público;
  • Permissão de prática de atividade física ao ar livre e em ginásios;
  • Eventos em exterior com diminuição de lotação, a definir pela Direção -Geral da Saúde (DGS);
  • Lojas de Cidadão com atendimento presencial por marcação.

Os casos no concelho de Viseu têm vindo a aumentar nas últimas semanas, tendo mesmo levado a autarquia viseense a suspender muitas das atividades programadas para a iniciativa “Verão na Cidade-Jardim”. Em comparação com os dados da semana passada, a taxa de incidência mais que duplicou, atingindo, esta quarta-feira, o número de 345 novas infeções por 100 mil habitantes. Os óbitos, porém, não têm registado aumento, mantendo-se o número em 150.

Na sequência dos 20 casos ativos reportados esta quarta-feira, a Proteção Civil de Carregal do Sal, referiu, hoje, em comunicado que «a situação epidemiológica a nível concelhio começa a ser preocupante. Nos últimos 14 dias, de 23/06/2021 a 06/07/2021, a taxa de incidência por 100 mil habitantes, no concelho, é 236,0.» Perante a situação, o município cancelou as atividades dos dias 8 e 9 de julho de 2021, designadas por Noites do Parque.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *