Tondela: Concluídas obras de requalificação da Igreja Românica de Canas de Santa Maria

11/01/2022 16:57

As obras de requalificação da Igreja Românica de Canas de Santa Maria, conhecida também por Igreja Velha, estão concluídas.

«Os trabalhos incidiram na reabilitação, reparação e limpeza dos elementos estruturais existentes no templo, tal como a reparação das coberturas, preservando os traços arquitetónicos originais do edifício.

Os espaços exteriores também foram reabilitados, com a aplicação de lajetas em granito, tendo ainda sido reparados os muros de vedação e dos acessos, bem como a colocação de iluminação exterior.

No âmbito desta empreitada, foi também feito um acesso junto à igreja, para viaturas, paralelo à Ecopista do Dão.

Durante a intervenção ficou comprovado que neste local «eram feitos enterramentos e procedeu-se à verificação do solo, através de prospeção geofísica e, mais tarde, por prospeção de refração sísmica. Cada método, com a sua área de especialidade, levou à identificação de inúmeras estruturas, nomeadamente restos de muros e sepulturas. De seguida foram abertas quatro sondagens arqueológicas que permitiram descobrir materiais desde o século XII à Idade Contemporânea (ossadas, moedas e várias tipologias de cerâmicas). Numa das sondagens foram identificados dois caixões de chumbo, algo que não é comum, em território nacional, nestes contextos. Numa outra sondagem, terá sido identificado o antigo muro do templo primitivo que remontará ao século XII», esclarece a autarquia.

De acordo com o Município de Tondela, a intervenção na Igreja Românica de Canas de Santa Maria – cuja fachada está classificada como Monumento Nacional – tem como objetivo potenciar a atratividade da região, com vista ao aumento do número de visitantes.

A empreitada teve um investimento total de 198 mil euros, tendo sido apoiada financeiramente em cerca de 161 mil euros, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), sendo o restante valor assegurado pelo Município de Tondela.

Segundo a Direção Geral do Património Cultural, a Igreja Românica de Canas de Santa Maria teve origem no século XII. As Inquirições de 1258 referem que a rainha D. Mafalda, mulher de D. Afonso Henriques, determinou que se construísse o templo, facto que levou a que a própria localidade ficasse a ser conhecida a partir desse polo patrimonial estruturante. Os elementos materiais mais antigos remanescentes, todavia, são de época posterior, eventualmente do século XIV.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *