Quinta da Cruz acolhe “Hortas Confinadas” a partir de amanhã

23/04/2021 20:22

O Centro de Arte Contemporânea de Viseu, Quinta da Cruz, recebe a exposição “Hortas Confinadas”, a partir de amanhã, dia 24.

A Vereadora da Educação da Câmara Municipal, Cristina Brasete, marcará presença na inauguração que inicia às 11 horas.

Esta exposição faz parte do projeto de inclusão social pela arte “Horta de Deméter”, desenvolvido pela NICHO – Associação Cultural, em parceria com o Município de Viseu, através da Quinta da Cruz, a Escola Superior Agrária de Viseu, o Lar Escola de Santo António, a Escola Secundária de Viriato e a ASSOL. Este projeto conta com o financiamento do Programa  PARTIS & Art for Change, promovido pela Fundação Calouste Gulbenkian e pela Fundação “La Caixa”.

“Hortas Confinadas” é o resultado de diversos projetos desenvolvidos no último período de confinamento, pelos jovens do Lar de Santo António e os alunos da Escola Secundária de Viriato, ambos integrantes do “Horta de Deméter”.

Segundo a autarquia viseense, a impossibilidade de começar as atividades presenciais nas hortas comunitárias da Quinta da Cruz, provocada pelo confinamento, levou a equipa da Horta de Deméter a desenvolver um conjunto de atividades alternativas, cujo o intuito é «manter vivo o espírito do projeto e contribuir de forma criativa para minimizar o isolamento, tanto dos jovens do Lar de Santo António, confinados na instituição, como dos alunos da Escola Secundária de Viriato, cada um em sua casa».

A exposição acolhida pela Quinta da Cruz é fruto de três meses de trocas de cartas entre os alunos e a equipa da Horta de Deméter e de várias atividades práticas que aproximaram os jovens, entre eles , e dos conteúdos do projeto. Nomeadamente: bolos, desenhos, fotografias, kits para a construção de terrários, gravações de voz e, ainda, sementes, terra e alvéolos para a germinação das plantas que, no mês de maio, se esperam poder plantar nas hortas comunitárias.

A exposição decorre até dia 30 de maio e o momento de inauguração será aberto ao público, limitado à lotação do espaço, dado o contexto pandémico atual.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *