Pais já podem entrar nas creches para deixar e ir buscar os filhos

28/10/2021 12:07

A Direção-Geral da Saúde atualizou a norma relativa às creches, creches familiares e amas. Os pais já podem entrar nas creches para deixar e ir buscar os filhos, ainda que, devam respeitar o distanciamento, evitar aglomerações e usar máscara. Desapareceram, ainda, as orientações para que as crianças não partilhem brinquedos ou não os levem de casa.

Até agora, os menores de três anos tinham de ser entregues ou recebidos individualmente pelos encarregados de educação à porta dos estabelecimentos.

Esta era uma exigência há muito reclamada por pais e pediatras, e que chegou ao Parlamento com a aprovação, na passada sexta-feira, de um projeto de Resolução do PAN para que o Governo garantisse «o direito inalienável das crianças à presença de uma figura significativa nos momentos de transição nos contextos educativos».

A DGS refere, agora, que «no acesso às instalações do encarregado de educação ou pessoa por ele designado na entrega/receção da criança ou de outras pessoas devidamente habilitadas (ex. fornecedores de bens e serviços), deverá respeitar-se o distanciamento físico, evitar-se aglomerados e está recomendada a utilização de máscara facial».

Da lista de medidas de prevenção e controlo, saíram também as orientações relativas à organização da sala de atividades e à partilha de objetos e brinquedos. Até agora, a DGS ditava que houvesse uma mesma sala de atividade para cada grupo, para evitar a circulação das crianças e dos profissionais, e que o calçado da rua ficasse à entrada e fosse fornecido pelos pais calçado de uso exclusivo na creche.

Quanto aos brinquedos, não era aconselhada a partilha e devia ser garantido material individual para cada atividade. As crianças não podiam trazer brinquedos ou outros objetos de casa, e os da creche deviam ser lavados duas a três vezes por dia. Se não fosse possível lava-los deviam ser removidos da sala.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *