Orçamento Participativo de Viseu elege 10 vencedores

05/08/2021 10:56

A quinta edição do Orçamento Participativo dedicado à “Cidade-Jardim” tem um investimento de 300 mil euros e elegeu 10 projetos com a finalidade de «construir um futuro mais verde e sustentável no concelho».

As candidaturas ao Orçamento Participativos contaram com 12 instituições de ensino e foram selecionadas quatro escolas dos três níveis de ensino do concelho: Escola Secundária de Viriato, Escola Secundária Emídio Navarro, Universidade Católica Portuguesa de Viseu e Escola Profissional Mariana Seixas. Os projetos apresentados pelas escolas beneficiam o setor da educação. No que diz respeito à linha “Cidade-Jardim” foram vencedoras as Freguesias de Viseu, União de Freguesias de Barreiro e Capões, Abraveses, Campo e Bodiosa.

A proposta com mais votos (777 votos) pertence à Freguesia de Viseu – “Jardins da Memória” e terá um investimento de 40 mil euros. O projeto consiste no «ajardinamento urbano sustentável e reinterpretação dos espaços ajardinados do complexo Paroquial de Coração de Jesus».

Em segundo lugar ficou a “Requalificação de Piscina Natural na Ribeira do Seixal”, com um valor de 50 mil euros. A proposta pertence à União de Freguesias de Barreiros e Capões e insere-se na tipologia “Valorização e/ou equipamentos de recantos fluviais”.

O terceiro projeto vencedor consiste na “Requalificação do Jardim da Mata de Abravezes”, com um investimento de 50 mil euros. A Freguesia de Campo ocupa o quarto lugar, com a proposta “Jardim da Água – Campo”. O investimento é, também, de 50 mil euros e prevê a requalificação de um largo e criação de um jardim de água.

Com um investimento de 50 mil euros, o quinto projeto – “Vamos à Frádega?” – consiste na criação de um percurso pedestre e ciclável, com construção de passadiços em madeira na Freguesia de Bodiosa.

A linha destinada à “Cidade-Jardim Escolar” elegeu 5 vencedores : em Primeiro lugar a Escola Secundária Viriato, com um investimento de 10 mil euros para a valorização da Cava de Viriato através das vertentes cultural, pedagógica, de turismo e lazer; o segundo lugar pertence à Escola Secundária Emídio Navarro, com um projeto de “Adoção de boas práticas de sustentabilidade” que consiste na criação de uma rede de bebedouros públicos inclusivos para pessoas com mobilidade condicionada e ainda o reaproveitamento da água para animais.

A Escola Emídio Navarro conseguiu ainda outro projeto aprovado no valor de 10 mil euros que propõe a instalação de equipamentos desportivos de manutenção nos espaços ajardinados em duas escolas.

Também com um investimento de 10 mil euros, a Universidade Católica Portuguesa – Viseu conseguiu a aprovação do projeto focado em equipar jardins com bicicletas ecológicas que permitem carregar os telemóveis, enquanto se faz exercício físico.

A Escola Profissional Mariana Seixas recebe o investimento de 10 mil euros para o aproveitamento do Rio Pavia, colocando pequenos barcos e/ou gaivotas para usufruto da comunidade.

Numa fase inicial foram apresentadas 111 propostas, que estiveram disponíveis para votação na Biblioteca Municipal D. Miguel da Silva. O município adotou a preocupação de garantir o acesso à Biblioteca de todas as pessoas com mobilidade condicionada, para que todos pudessem exercer o direito de voto.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *