Oficialização da candidatura do canto polifónico a património imaterial terá lugar em São Pedro do Sul

05/09/2021 10:37

No próximo dia 11 de setembro, a Associação de Canto a Vozes – Fala de Mulheres (ACVFM) vai oficializar a inscrição do canto de mulheres de matriz rural, a 3 ou mais vozes, na Lista Nacional do Património Cultural Imaterial. A cerimónia terá lugar no Cineteatro Jaime Gralheiro, em São Pedro do Sul, concelho onde a entidade está sediada.

O encontro dos autarcas, presentes ou em formato online, para oficializar a Rede Intermunicipal inerente ao processo de inscrição dará início à cerimónia, pelas 14h30, seguindo-se o ato simbólico do pedido de inscrição, agendado para as 15h00.

O programa encerra com a atuação de cada grupo, que dará voz ao seu canto a 3 ou mais vozes. Ao todo, estarão presentes 15 grupos, num total de 165 cantadeiras e alguns cantadores, nomeadamente: Vozes de Manhouce, Cantadeiras de São Martinho de Crasto, Segue-me à Capela, Rusga de Joane, Grupo Folc. Univ. do Minho, Sopa de Pedra, Grupo de Cantares do Linho, NEFUP, Mulheres do Minho, Cantadeiras do Vale do Neiva, Cramol, Grupo de Cantares de Sobral de Pinho, Grupo de Cantadeiras de Cabreiros, Grupo de Cantares de Pindelo dos Milagres, Grupo de Cantares de Terras de Arões.

De acordo com a ACVFM, o processo de concretização desta missão arrancou «com o impulso inestimável da autarquia de São Pedro do Sul que aderiu a ela, sem hesitação, e assinou um protocolo com a Universidade de Aveiro com vista ao levantamento dos grupos praticantes. Foi São Pedro do Sul também que acolheu as primeiras reuniões preparatórias envolvendo cada vez mais grupos e pessoas. Neste momento, mais de cinquenta grupos, dois deles em França, aderiram já a este movimento que tem levado à revalorização social, crescente prática deste canto e dinamização de atividades públicas».

A instituição revela, ainda, que a criação da Rede Intermunicipal que pretende reunir todas as autarquias dos grupos existentes está já em fase avançada. Da lista fazem parte os seguintes autarquias: São Pedro do Sul, Viana do Castelo, Arouca, Braga, Coimbra, Oeiras, Porto, Póvoa do Varzim, Arcos de Valdevez, Vieira do Minho, Vale de Cambra, Aveiro, Vila Nova de Famalicão, Esposende, Sever do Vouga, Oliveira de Frades, Alfandega da Fé, Guimarães, Amarante, Oliveira de Azeméis, Santa Maria da Feira, Valongo, Vouzela.

Considerando a importância de preservar este património cultural, a Associação apela à ajuda de todos nesta candidatura, através da subscrição na lista de apoio que chegará à Direção-Geral do Património Cultural. Os interessados poderão subscrever através deste link.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *