Município de Mortágua adquire a Casa Lobo

21/04/2021 14:06

A Câmara Municipal de Mortágua adquiriu a Casa Lobo por um valor de 235 mil euros. Este edifício é um dos raros exemplares da “Arquitetura Senhorial”, datando do Século XIX e XX, e vai ser objeto de uma candidatura para a sua reabilitação no âmbito do programe PARU- Programa de Ação de Reabilitação Urbana, cujo investimento financeiro está estimado em cerca de 200 mil euros.

Nos últimos 125 anos de história do concelho, a Casa Lobo foi um importante monumento mercantil e comercial, mas também cultural, social e político.

Inicialmente este edifício foi uma escola de formação cívica, cultural e de cidadania para a população Mortaguense. Nesta Casa nasceu a ideia da fundação da “Escola Livre” em março de 1919, nas mãos da família Lobo e foi também o local de armazenamento de livros e documentos da “Escola Livre”, que foram mandados destruir pelo Estado Novo.

A Caso Lobo acolheu figuras como Tomás da Fonseca, Zeca Afonso ou ainda Lopes de Oliveira, mas viu também nascer o “Centro de Cultura”, que veio substituir a “Escola Livre” , o Teatro Experiencial de Mortágua, o Mortágua Futebol Clube e posteriormente o renascimento da Banda Filarmónica.

Lá surgiram vários movimentos de apoio a Norton de Matos, e mais tarde a Humberto Delgado, que afirmaram o concelho como terra democrática.

Também foi um local importante para a cultura pois, era na Casa Lobo que muitos estudantes compravam os seus livros e era aqui que se vendiam os jornais no século passado.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *