Município de Mangualde promove envelhecimento ativo com serviço de fisioterapia

19/04/2022 17:49

O Município de Mangualde em parceria com as IPSS do concelho encontra-se a desenvolver o projeto “Mobilidade +”.

A iniciativa visa a «reabilitação física e o envelhecimento ativo da população, através da prestação de serviços de fisioterapia à população idosa sem capacidade de deslocação e com carência financeira, promovendo o aumento da qualidade de vida e da mobilidade dos utentes em instituições de baixos recursos com isolamento demográfico», esclarece a autarquia.

«O “Mobilidade +” tem como objetivo principal a prestação de serviços de fisioterapia no âmbito da promoção da saúde com fisioterapeutas especializados em terapia manual e envelhecimento ativo. As atividades desenvolvidas no projeto possibilitam que as populações idosas, sem capacidade de deslocação e sem rendimentos, usufruam de tratamentos que lhes permitam obter maior conforto de locomoção», acrescentam.

Este projeto, que inclui uma avaliação inicial e contínua, tratamentos individuais, classe de movimentos e orientação/capacitação, consiste em ensinar e adaptar as atividades da vida diária em condições clínicas específicas, nomeadamente, AVC, Alzheimer, demências, entre outros.

O objetivo é que os utentes mantenham o nível de independência, mas, também, evitar o síndrome de imobilismo, promover o treino de marcha e equilíbrio, com diferentes graus de dificuldade, e prevenir e melhorar patologias do foro respiratório.

De forma a alcançar esta faixa etária, o Município de Mangualde definiu espaços (IPSS), permitindo, também, identificar as pessoas com maior carência e dificuldades motoras.

Este projeto, que abrange os utentes das instituições selecionadas para a implementação do mesmo, integra uma visita semanal, com duração de uma hora e trinta minutos, onde são implementadas diversas atividades com foco na reabilitação física.

As IPSS englobadas no projeto são as seguintes: Centro de Dia de Chãs de Tavares; Centro Social e Paroquial de Abrunhosa-a-Velha; Associação de Solidariedade Social de Contenças de Baixo; Centro Social de Fornos de Maceira Dão; Centro Paroquial da Cunha Baixa; e Centro Paroquial de Alcafache.

Um projeto que mais uma vez demonstra a preocupação do município para com o envelhecimento ativo e a promoção da qualidade de vida da população idosa.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.