Mangualde: “Mulheres nos Prémios Nobel” expostas na Biblioteca Municipal

08/03/2022 20:37

De 8 a 24 de março, A Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves, em Mangualde acolhe a exposição de cartazes “Mulheres nos Prémios Nobel”. A mostra, criada em 2006, pela Comissão para a Igualdade e para os Direitos das Mulheres, poderá ser visitada gratuitamente entre as 9h30 às 13h e as 14h às 17h30, de segunda a sexta-feira.

“Mulheres nos Prémios Nobel” tem como objetivo dar visibilidade e alertar para a sub-representação das mulheres nos Prémios Nobel, mas, também, nas várias esferas da vida.

Das 33 galardoadas até 2006, foram escolhidas para a exposição 12 mulheres com perfis singulares: Marie Curie,Nobel da Física 1903; Bertha Von Suttner, Nobel da Paz 1905; Selma Lagerlöf, Nobel da Literatura 1909;  Marie Curie, Nobel da Química 1911; Gerty Cori, Nobel da Medicina 1947;  Maria Gooppert Mayer, Nobel da Física 196 ; Dorothy Crowfoot Hodgkin, Nobel da Química 1964; Mangari Maathai, Nobel da paz 2004; Linda B. Buck, Nobel da Medicina 2004; Elfriede Jelinek, Nobel da Literatura 2004; 1000 mulheres para prémio nobel da paz, Nobel da paz 2005.

Em 120 anos, 57 mulheres ganharam o Prémio Nobel. Foram entregues um total de 58 Prémios Nobel a mulheres, tendo sido concedido a Marie Curie por duas vezes. Em 2009 cinco mulheres foram laureadas em quatro categorias. Neste mesmo período, 873 homens e 25 organizações receberam o referido prémio.

As mulheres que receberam o Prémio Nobel mais recentemente foram Louise Glück em Literatura, Andrea Ghez em Física, Emmanuelle Charpentier e Jennifer Doudna em Química (2020), Esther Duflo em Economia (2019), Donna Strickland em Física, Frances Arnold em Química, Nadia Murad pela Paz e Olga Tokarczuk em Literatura (2018). Em 2021 apenas uma mulher venceu o Prémio Nobel.

O Prémio Nobel foi instituído em 1901, sendo atribuído anualmente de acordo com a vontade expressa por Alfred Nobel (1833 – 1895) no seu testamento. As cinco categorias designadas originalmente contemplam a Física, a Química, a Medicina ou Fisiologia, a Literatura e a Paz. Em 1968 o Banco da Suécia criou o Prémio Nobel da Economia, atribuído anualmente desde 1969, em memória do fundador dos Prémio Nobel.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.