Mangualde: Marco Almeida dá continuidade à liderança socialista

27/09/2021 18:31

O concelho de Mangualde prossegue com uma liderança socialista. Marco Almeida sucede a Elísio Oliveira, no cargo de Presidente da Câmara, após o triunfo nas Autárquicas 2021. O PS venceu com 54,82%, contra os 25,67% do PSD/CDS-PP, os 11,39% do CHEGA e os 2,56% do PCP-PEV. Com este resultado, o PS coloca quatro vereadores, a coligação PSD/CDS-PP dois e o CHEGA um.

Elísio Oliveira transita da Câmara para a Assembleia Municipal, onde vai exercer o cargo de Presidente do órgão. Aqui, o PS alcançou 53,46%, face aos 24,56% do PSD/CDS-PP, aos 10,19% do CHEGA, aos 3,44% da CDU e aos 2,56% do Bloco de Esquerda.

Resultados das Freguesias

Nelson Almeida (Partido Socialista) foi reeleito na Freguesia de Alcafache com 70,07%, contra os 13,23% do CHEGA e os 5,21% da CDU. Votaram em branco 7,38% e 4,12% correspondem aos votos nulos.

Na União das Freguesias de Moimenta de Maceira Dão e Lobelhe do Mato, Jorge Marques, do Partido Socialista, coloca fim ao percurso de Rui Coelho, na presidência da Freguesia. Os socialistas venceram com 46,10%, contra os 45,25% da lista independente “Unir e Crescer” e os 2,54% da CDU.

Em Fornos de Maceira Dão, a Freguesia continua com uma liderança socialista, apesar da mudança no cargo de Presidente. Lisete Rodrigues chegou ao limite de mandatos e agora sucede-lhe Humberto Mendes. Aqui, o PS venceu com 61,14%, o PSD/CDS-PP teve 30,33%, o CHEGA 4,02% e a CDU 1,58%. Os votos em branco representam 2,31% e os nulos 0,61%.

Na União da Freguesias de Mangualde, Mesquitela e Cunha Alta, onde Marco Almeida foi presidente nos últimos quatro anos, sucede-lhe o, também, socialista, Carlos Gonçalves. Nas eleições deste domingo, o PS venceu com 42,59%, o movimento “Repensar Mangualde, Mesquitela e Cunha Alta” alcançou os 22,92%, o PSD/CDS-PP 17,91%, o CHEGA 7,88% e a CDU 3,07%. Registaram-se 152 votos em branco e 132 votos nulos.

António Monteiro, do movimento “Melhor Para a Nossa Terra”, avança para o terceiro mandato, na Freguesia de Espinho, após vencer as eleições com 72,53%. O CHEGA ficou em segundo, com 18,60% e a CDU, em terceiro, com 2,90%.

Na Freguesia da Cunha Baixa, Paulo Marques, do Partido Socialista, foi reeleito com 65,29%. Seguiu-se o PSD/CDS-PP com 23,14% e a CDU com 4,71%. Os votos em branco representaram 4,12% e os nulos 2,75%.

Em Santiago de Cassurrães e Póvoa de Cervães, Rui Valério, do PS, continuará a ser o Presidente, após vencer com 73,16%. O Partido da Terra alcançou 20% e a CDU 2,32%.

Rui Marques avança para um segundo mandato na freguesia de Quintela de Azurara, após vencer pelo Partido Socialista, com 66,30%. O movimento “Unidos por Quintela” teve 29,59% e o CHEGA 0,27%. Sete pessoas votaram em branco e sete votaram nulo.

Na Freguesia de Freixiosa, Filipe Pinto do PSD/CDS-PP é o novo Presidente. A coligação de direita venceu com 50,97%, contra os 46,45% do Partido Socialista. Quatro pessoas votaram em branco e não se verificaram votos nulos.

Em Abrunhosa-a-Velha, Eduardo Albuquerque foi reeleito com 61,61% dos votos, contra os 32,44% do PSD/CDS-PP, o 1,79% do CHEGA e o 0,60% da CDU. Aqui, quatro pessoas votaram em branco e oito votos foram nulos.

Alexandre Constantino, do Partido Socialista, alcançou uma vitória esclarecedora na União das Freguesias de Tavares (Chães, Várzea e Travanca). O PS teve 86,09% dos votos, contra os 6,09% da CDU. No universo de votantes, 4,24% votaram em branco e 3,58% são votos nulos.

Na freguesia de São João da Fresta, somente uma lista apresentou-se a sufrágio – a do Partido Socialista liderada por Fernando Lopes. O PS venceu, assim, com 68,99%. Registaram-se, ainda, 13,18% de votos em branco e 17,83% de votos nulos.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *