Livro “Elas estiveram nas prisões do fascismo” apresentado este sábado em Viseu

23/04/2022 11:00

Inserida nas Comemorações do 48º Aniversário do 25 de Abril, decorre, este sábado, às 15h, no Bar “Pinguinhas”, na Rua Alberto Sampaio, a apresentação do livro “Elas estiveram nas prisões do fascismo”, editado pela União de Resistentes Antifascistas Portugueses (URAP). A obra contém a lista de 1 755 mulheres presas durante a ditadura, muitas delas oriundas ou residentes no distrito de Viseu.

“A resistência ao fascismo protagonizada pelas mulheres que estiveram presas pelo regime de Salazar é um tema insuficientemente tratado por estudiosos e pouco mencionado na evocação da luta pela liberdade e pela democracia”, refere nota de imprensa.

“Foi a coragem de tantas mulheres e homens, em gestos pequenos ou trabalhos arriscados, diários e solidários, motivados pela necessidade imprescindível de resistir, que conquistou a liberdade e a democracia de que hoje usufruímos”, pode ainda ler-se.

Para falar sobre o livro e sobre a sua experiência nas prisões da PIDE, estará Conceição Matos, nascida em São Pedro do Sul numa família de sete irmãos e pai operário. A antiga funcionária do PCP, sujeita a torturas e espancamentos, foi homenageada por Zeca Afonso na canção “Na rua António Maria”.

A sessão pública de apresentação é organizada pelo Núcleo de Viseu do MDM-Movimento Democrático de Mulheres e pelo Núcleo de Viseu/Stª Comba Dão da URAP-União dos Resistentes Antifascistas Portugueses. Conta, ainda, com o acompanhamento musical de Xô Torres.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.