Joaquim Amaral assume a Câmara de Nelas com o desejo de «projetar o Coração do Dão»

18/10/2021 19:42

Após oito anos de liderança do socialista José Borges da Silva, a Câmara Municipal de Nelas regressou, esta segunda-feira, “às mãos” da equipa eleita pela coligação PSD/CDS-PP, vencedora das eleições autárquicas de 26 de setembro.

Joaquim Amaral foi empossado como novo líder do executivo nelense para um mandato onde “resgata” a marca “Coração do Dão”.

«O concelho de Nelas é o Coração do Dão e é desta marca tão distintiva que queremos projetar o concelho, como um território que pulsa saúde e bem-estar, desenvolvimento económico e turismo, natureza e ambiente, produtos endógenos e gastronomia, educação, cultura e tradições, associativismo e participação cívica», refere o Presidente empossado.

O autarca, que promete dar o seu melhor para servir as populações e o concelho, anunciou que a situação económica da autarquia, será o tema principal do novo executivo nas próximas semanas.

«Haverá lugar a uma avaliação mais aprofundada e conclusiva sobre esta matéria», explica. Joaquim Amaral acrescenta que outra ação prioritária e imediata, é «canalizar os recursos para as freguesias e para o desenvolvimento harmonioso do concelho».

O novo líder do executivo nelense traçou, ainda, o ambiente como uma das prioridades, e o objetivo é que Nelas seja o “concelho mais verde”.

Um projeto, no qual, através de uma rede multidisciplinar, «sejam identificados problemas e traçados planos de ação para a resolução dos mesmos. Reunir especialistas e investigadores que possam desenvolver projetos de preservação ambiental, através da realização de parcerias com instituições de ensino superior e centros de investigação. Todos temos noção da importância da descarbonização da indústria e da necessidade de implementar uma economia verde», adianta.

Joaquim Amaral pretende estar perto «de todos», exercendo uma política de proximidade.

«Queremos trabalhar de perto com os nossos Presidentes de junta, com as Assembleias de Freguesia, de forma a dar resposta às necessidades das nossas populações. Pretendemos estar perto dos que mais necessitam, através da implementação de medidas que contribuam para a justiça social. Cuidar dos nossos é promover a qualidade de vida dos nossos cidadãos, no acesso aos cuidados de saúde, no setor da educação», cimenta.

Apontado à economia e ao emprego, o autarca explica que quer «dar as melhores condições possíveis para a expansão dos investimentos já presentes no nosso concelho, mas também criar e atrair novas oportunidades». «Trabalharemos com todos os agentes económicos para que possam contribuir para políticas de fixação de população e atração de jovens», reforça.

A pensar na juventude, Joaquim Amaral anunciou a intenção de criar uma incubadora de empresas, para que os jovens se possam ali fixar, e traça como meta a participação dos jovens, que serão «convidados a partilhar ideias, quer através do orçamento participativo, quer do Conselho Municipal de Juventude», que o novo executivo pretende implementar.

O autarca não esqueceu, ainda, o «comércio tradicional que são os próprios embaixadores dos nossos produtos».

Ao nível da habitação, o líder do executivo durante os próximos quatro anos, explica que investir nesta área, é uma «uma oportunidade para atrair investimento e alavancar o sector das construções», pelo que, pretende alargar as áreas de reabilitação urbana a todo o concelho».

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *