‘Heróis da Fruta’ desafia crianças a melhorar hábitos alimentares

26/09/2022 18:31

A Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil (APCOI) revelou que a iniciativa ‘Heróis da Fruta’ melhorou o comportamento alimentar das crianças em idade entre os dois e os 14 anos, aumentando o consumo de fruta e legumes em 15,8%.

A iniciativa, lançada em 2011, dá nome ao programa nacional de combate à má nutrição infantil e tem como principal objetivo aumentar o consumo de frutas e legumes na infância, combinando «materiais educativos protagonizados por um grupo inspirador de personagens-modelo que ganham ‘superpoderes’ através da ingestão de alimentos saudáveis e técnicas de educação não-formal como storytelling ou gamification», explica a APCOI.

O estudo, realizado em parceria com a equipa de investigadores do Instituto de Saúde Ambiental (ISAMB) da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (FMUL), analisou uma amostra de 16 970 crianças, entre os 2 e os 14 anos de idade no ano letivo 2021/2022 e verificou um aumento de 15,8% de crianças a consumir fruta ou legumes diariamente na escola. 

Raquel Martins, nutricionista e investigadora do ISAMB/FMUL, conclui que os dados sugerem uma ligação entre a distribuição gratuita de fruta e legumes nas escolas e a maior adesão aos comportamentos alimentares saudáveis, exemplificando que «Évora foi um dos distritos com maior percentagem de turmas com acesso gratuito a frutas e legumes na escola e foi também o distrito em que se observou a maior redução de crianças a não consumir diariamente hortofrutícolas, após a participação no desafio escolar ‘Heróis da Fruta’. Além disso, Évora foi o distrito que registou a maior redução de lanches pouco saudáveis, no final da intervenção».

A nível distrital, Faro foi o distrito do país que registou a maior percentagem de turmas com acesso a fruta distribuída gratuitamente na escola (92,9%), seguido-se Braga e Santarém, com 83% e 78,1% respetivamente. O distrito de Viseu, situa-se em quinto lugar, com uma percentagem de acesso a fruta distribuída gratuitamente de 68%. Este estudo revela também que no distrito, 32,5% das crianças não comiam hortofrutícolas diariamente antes da participação no desafio escolar ‘Heróis da Fruta’.

Mário Silva, presidente da APCOI, salienta o sucesso da iniciativa na adoção de comportamentos alimentares mais saudáveis e a «redução da ingestão de alimentos menos saudáveis nos lanches das crianças que participam nesta iniciativa, comportamentos importantes para a prevenção da obesidade infantil e de outras doenças crónicas como a diabetes».A ambição desta iniciativa é «chegar a todas as escolas e crianças em Portugal», revela o presidente.

As inscrições para o ano letivo 2022/2023 já estão abertas para todas as turmas de pré-escolar e 1.º ciclo de estabelecimentos públicos ou privados e podem ser feitas gratuitamente em www.heroisdafruta.com até 31 de dezembro.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.