Governo avança com campanhas de incentivo ao uso eficiente da água para combater situação de seca

21/06/2022 19:33

Depois de previsões oficiais darem conta de que 34% do país está em seca severa e 66% está em seca extrema, não sendo as previsões de chuva o suficiente para inverter a situação, foram anunciadas medidas que resultaram da nona Reunião da Comissão Permanente de Prevenção, Monitorização e Acompanhamento dos Efeitos da Seca.

A partir de julho, serão lançadas campanhas de forma a promover e incentivar o uso eficiente da água, pensadas para todos os tipos de consumidores e que contarão com reuniões mensais de acompanhamento da situação até final de setembro.

Estas medidas foram anunciadas esta terça-feira, 21 de junho, pelo ministro do Ambiente e Ação Climática, Duarte Cordeiro, numa conferência de imprensa conjunta com a ministra da Agricultura e da Alimentação, Maria do Céu Antunes.

Este ano, segundo registam dados do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, trata-se de o ano mais seco de que há registo desde 1931.

No início de fevereiro já tinha havido uma reunião da Comissão, na qual foram anunciadas e tomadas medidas, que serão agora complementadas com outras, sendo que, garantiu Duarte Cordeiro, a água para consumo humano está salvaguardada para dois anos.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.