GD Resende: «Fomos convidados a participar no Campeonato de Portugal por mérito próprio»

28/06/2022 18:54

Em entrevista ao Viseu Now, Horácio Bernardino, Presidente do Grupo Desportivo de Resende (GDR), considera a temporada 2021/22 a melhor de sempre, que culmina com o feito inédito da subida aos campeonatos nacionais.

Recorde-se que a turma resendense terminou a Divisão de Honra no segundo lugar, atrás do campeão Mortágua Futebol Clube, mas, na semana passada, viu confirmada a sua presença no Campeonato de Portugal, em virtude da descida do Ferreira de Aves aos distritais, na sequência da ausência de certificação mínima obrigatória do clube do concelho de Sátão para participar na prova.

O líder dos Resendenses realça que vai estar no Campeonato de Portugal por «mérito próprio».

«Ficámos em segundo lugar e temos a certificação que todos os clubes sabiam que, na próxima época, iria ser obrigatória para participar. É um convite que nos traz responsabilidade, mas muita honra, por marcarmos presença pela primeira vez em 93 anos de história, no Campeonato de Portugal», refere Horácio Bernardino.

Quanto à polémica que envolve o processo de Certificação, o Presidente do Resende afirma que esta só existe, devido a pessoas «que não podem estar no exercício das suas atividades», pois todos foram informados sobre esta obrigatoriedade há dois anos.

A Certificação como Entidade Formadora de três estrelas foi alcançada pelo Resende esta temporada. Horácio Bernardino recorda que o seu clube é o terceiro do distrito com mais atletas inscritos nas camadas jovens e que esses dados « não são fator de sorte mas, sim, de muito trabalho».

«Não nos podemos esquecer que somos um clube localizado numa região de baixa densidade. Estamos numa zona em que os nossos jovens aos 18 anos saem do concelho para ir estudar e nós temos muitos problemas para formar uma equipa de juniores», acrescenta.  

Agora, a pouco mais de dois meses de iniciarem a participação no Campeonato de Portugal, o Presidente do Resende garante que a equipa vai tentar fazer o seu melhor, para levar «o mais longe possível o nome do GD Resende e do concelho».

«Não vai ser fácil, vamos estar numa série de 14 equipas, das quais descem seis. Mas se não estivéssemos, é que não podíamos fazer nada. Agora, ao estarmos no Campeonato de Portugal, vamos dar tudo de nós para alcançar a manutenção», revela.

Para já está garantida a continuidade do treinador Paulo Amor e, ao Viseu Now, Horácio Bernardino confirma a continuidade do avançado guineense Lourenço, melhor marcador da equipa na última temporada, com 23 golos, e do médio português Dani Gonçalves.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.