Futuros recrutamentos com testes de personalidade para despistar ligações à extrema-direita

23/12/2021 10:46

O recrutamento dos futuros polícias vai passar a incluir, a partir de 2022, testes de personalidade para despistar eventuais ligações à extrema-direita ou comportamentos contrários ao Estado de Direito, segundo a Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI).

Os novos critérios de seleção dos futuros elementos da PSP, GNR e SEF inserem-se no Plano de Prevenção de Manifestações de Discriminação nas Forças e Serviços de Segurança, um documento elaborado pela IGAI e que conta com a participação destas três instituições.

O documento foi aprovado no passado mês de março e está “praticamente executado”, sendo apresentado até ao final do ano o relatório de monitorização, disse à agência Lusa a inspetora-geral da administração interna, Anabela Cabral Ferreira, que juntamente com o subinspetor-geral, José Vilalonga, fez um balanço deste plano que tem como objetivo prevenir qualquer forma de discriminação nas polícias.

O presidente da Associação Sindical dos Profissionais da Polícia considera positivo que o recrutamento dos futuros polícias inclua testes de personalidade para despistar eventuais ligações à extrema-direita ou comportamentos contrários ao Estado, mas Paulo Santos sublinha que também é fundamental rever os critérios para que esta profissão seja mais atrativa.

Fonte: TSF/Lusa

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *