Câmara de São Pedro do Sul incentiva circuitos curtos de agro-alimentação

14/04/2021 13:38

Através do projeto “alimentAÇÃO!” o Município de São Pedro do Sul está a trabalhar na criação de políticas para o direito humano à alimentação adequada.

O projeto tem como objetivo a promoção de circuitos agro-alimentares para a alimentação, mobiliza a sociedade civil e capacita agentes de desenvolvimento para poder construir estratégias e políticas públicas alimentares.

Esta iniciativa surgiu da campanha nacional com o mesmo nome que foi criada em 2018 e foi promovida pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura.

Em São Pedro do Sul, Vitor Barros, presidente da Assembleia Municipal local argumenta que o Município tem vindo a fazer apostas conscientes neste setor, « Temos há algum tempo em curso várias ações no município nesse sentido e a câmara municipal, que é o orgão executivo, apoia os produtores biológicos com a certificação, apoia os produtores de Vitela de Lafões também com a certificação das raças autóctones, tem a funcionar o mercado municipal, um mercado para a agricultura familiar» salientou ao Diário de Viseu.

A Câmara Municipal está aberta para acolher mais produtores locais e ampliar o seu mercado municipal, garantindo que os consumidores tenham a produtos saudáveis e de origem confiável.

Vitor Barros referiu ainda que «Foram criadas sinergias no sentido de encontrar o que é que este grupo, que são grupos de interesse, acha que deve ser a política alimentar e portanto há ideia para o trabalhar. A autarquia está afazer um mercado maior, para colher ainda mais produtores, para os consumidores terem produtos locais, sazonais, saudáveis e de confiança para a sua alimentação, em circuitos curtos, ou seja diretamente do produtor ao consumidor sem haver intermediário».

O projeto articulou várias pessoas de sociedade civil e governamental como o ministério da agricultura e os municípios com o objetivo de sensibilizar a sociedade para sistemas de alimentação mais saudáveis, locais e justos.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *