ARTIGO DE OPINIÃO: O “porquê” do preço dos combustíveis

11/07/2021 19:30

Os combustíveis vão atingir esta semana em Portugal, o valor mais elevado em 9 anos.  

No dia 6 de julho de 2021 segundo a Entidade Nacional para o Setor Energético (ENSE), o  Preço Médio de Venda ao Publico (PMVP) de um litro de gasolina era de 1,709€, e o preço de venda ao publico de um litro de gasóleo era de 1,507€.  

Consultando as estatísticas do PORDATA, em Portugal no ano de 2000, um litro de Gasolina Super custava 0,91€, em 2005 custava 1,21€, 1,48€ em 2010, 1,59€ em 2015 e em 2020 custava 1,43€. Em 20 anos o aumento do preço foi de cerca de 63%.  

Analisando os dados disponibilizados pela ENSE, a subida dos preços dos combustíveis foi mais acentuada no último ano, desde maio de 2020 o preço da gasolina subiu quase 32%  (16,7% nos últimos seis meses) e o do gasóleo quase 28% (15,5% nos últimos seis meses). Em termos práticos, em pouco mais de um ano, um depósito que antes se enchia com 50  euros passou a custar 65 euros.  

Tomando como referência os países da União Europeia (UE) e os dados publicados pelo  EUROSTAT e pela ENSE, em 22 de fevereiro de 2021 o PMVP de um litro de combustível  em alguns dos países da UE era o seguinte: Espanha – 1,269€, França – 1,470€, Alemanha  – 1,351€, Polónia – 1,057€. Nos Países Baixos o preço médio de venda de um litro de  combustível era de 1,674€, o mais caro, e na Bulgária era de 0,965€, o mais barato da União  Europeia. Em Portugal o preço era de 1,541€.  

Razões para estas diferenças de preço?  

No preço final de venda dos combustíveis é incluído o preço do petróleo, os gastos dos componentes acrescentados na produção e comercialização do combustível, e os impostos.  

Em Portugal no dia 28 de junho de 2021, o PMVP de um litro de gasolina 95 era de 1,652€.  Este valor era composto por 0,45€ referente ao preço de cotação do petróleo (27%), 0,059€  de biocombustível incorporado (4%), 0,166€ de margem dos produtores e retalhista (10%) e 0,977€ de impostos, em concreto o ISP – Imposto Sobre Produtos Petrolíferos e ao IVA –  Imposto sobre o Valor Acrescentado. Nesta data os impostos correspondiam a 59% do preço  final de venda. Em Espanha, na mesma data, o litro de combustível custava menos 27  cêntimos do que em Portugal.  

A diferença dos preços entre Portugal e Espanha, está exclusivamente no valor cobrado pelo Estado, uma vez que o preço líquido de impostos e taxas é igual (0,66€ por litro).  

O salário mínimo médio mensal em Portugal é de 665€, em Espanha de 950€, 1.470€ em França e de 625€ na Polónia. Nos Países Baixos é de 1.684€ e na Bulgária de 332€.  

O preço nos mercados internacionais do barril de Petróleo é igual para todos os países, a diferença está nos impostos aplicados. Portugal é o 4º país da União Europeia que tem o  preço de combustível mais caro, à nossa frente encontram-se apenas os Países Baixos, Dinamarca e Finlândia.  

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *