ARTIGO DE OPINIÃO: LITERATURA DE VIAGENS – Percursos com a Banda Desenhada

13/01/2022 18:10

Viajar faz parte da minha visão do mundo. Viajar com os livros é duplamente agradável, aventura e literatura unidos para melhor ajudar a compor a sinfonia dos sentidos. Recentemente realizei pela primeira vez uma viagem a Roma, a cidade eterna. Diversas alternativas de rotas e percursos á disposição, desde propostas online aos famosos guias Michelin. No entanto, escolhi aquele GUIA que melhores propostas me oferece, na minha perspetiva de amante das Artes (e da Banda Desenhada em particular). Há dez anos atrás a ASA e o Público editaram em conjunto uma coleção intitulada ROTAS E PERCURSO, a partir das aventuras de famosos heróis da BD (ALIX; CORTO MALTESE, …) Um destes roteiros é sobre a cidade de Roma, oferecendo itinerários temáticos ( 10 propostas temáticas, com referências múltiplas à História, Património, Artes e Letras, tradições e curiosidades. Gastronomia e vinhos, religiosidade e arqueologia, …). Os percursos têm sempre um ponto de partida e um ponto de chegada, por vezes se cruzando, com a informação essencial sobre tudo o que se pode admirar ao longo do percurso.  A grande vantagem destes Roteiros é que nos apresentam o antes (como eram os edifícios, os que sobreviveram ou os que desapareceram), e como são ou se encontram no presente, fonte imensa de informação e perceção das mudanças culturais e sociais. Em dois dias completos, e três noites em Roma, era impossível cumprir os dez roteiros, pelo que foi quase dramática a escolha: incidiu sobre a Antiguidade (Fórum, Coliseu e Palatino), sobre a Beira-rio (ilha Tiberiana e Gueto, Campo de Marte), sobre a Diagonal barroca (igrejas, catedrais, fontes – Roma tem centenas de Fontes, sobressaindo Fonte de Trevi); e naturalmente o Vaticano (Basílica, Museus, coleções, Sant’Angelo).

Naturalmente esta literatura de viagem que hoje vos proponho obriga a longas caminhadas, mas sem qualquer dúvida a melhor forma de VISTAR/CONHECER um território/cidade como é Roma, com centenas de Fontes (o Culto da água), centenas de Igrejas e Basílicas (com cúpulas admiráveis), centenas de Palácios (muitos deles transformados em Hotéis de Luxo), dezenas de Museus (Arte, Arqueologia, Religião, …) e centenas de pontos arqueológicos de enorme interesse Histórico e Cultural. Todos os percursos descritos nos informam sobre as gentes, as curiosidades em cada momento ao virar da esquina, o monumento mais próximo, o bar ou a esplanada mais apropriada, a praça onde se escuta música ou se admira ainda o derradeiro teatro de bonecos, a livraria onde se adquire uma recordação, uma fonte viva e toda a sua história, … Aconselho! Recomendo.

Boa(s) viagem(s)!  Feliz 2022.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.