António Costa ambiciona vacinar 570 mil jovens entre os 12 e os 17 anos até 19 de setembro

21/07/2021 16:52

António Costa anunciou hoje, no debate do estado da nação, no parlamento, a intenção de administrar a vacina completa a 570 mil crianças e jovens entre os 12 e os 17 anos de idade, no período compreendido entre 14 de agosto e 19 de setembro.

De acordo com o primeiro-ministro, a antecipação da meta do processo de vacinação contra a covid-19, nesta faixa etária é, sobretudo, «para que o novo ano letivo se possa reiniciar sem risco de novas interrupções do ensino presencial»

«Estamos numa corrida contra o tempo, uma corrida entre a vacinação e a sucessão de novas variantes», afirmou o líder do executivo, defendendo que, até agora, o seu Governo, tem cumprido as metas fixadas. «Como previsto, em meados de agosto teremos 73% da população adulta com a vacinação completa e 82% com pelo menos a primeira dose administrada. É tempo de alargar a nossa ambição e garantir também a proteção das crianças e jovens», acrescenta.

O Governo vai aguardar a decisão final da Direção-Geral da Saúde, mas o primeiro-ministro revela estar tudo «preparado para nos fins de semana entre 14 de agosto e 19 de setembro serem administradas as duas doses de vacina às cerca de 570 mil crianças e jovens entre os 12 e os 17 anos».

No seu discurso, António Costa referiu, ainda, que 1,383 mil milhões de euros do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) vão ser dedicados para «reforçar os programas de saúde mental e oral, equipar os centros de saúde com meios complementares de diagnóstico, criar novas unidades móveis para a prestação de cuidados de saúde nas regiões de baixa densidade, abrir mais 5.500 camas de cuidados continuados e outras 400 para cuidados paliativos».

Fonte // Lusa

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *