Alunos podem usar exames da segunda fase na primeira de acesso ao ensino superior

05/07/2021 14:09

Os alunos impedidos de realizar exames nacionais, devido à covid-19 ou por doenças graves, vão poder ingressar na primeira fase de acesso ao ensino superior com os exames da segunda. A decisão foi tomada pela Comissão Nacional de Acesso ao Ensino Superior e publicada hoje, dia 5 de junho, em Diário da República.

Segundo a deliberação, a medida excecional foi autorizada de modo a minimizar «eventuais impactes discriminatórios» associados à pandemia, aplicando-se aos alunos que não possam realizar os exames em primeira fase, por se «encontrarem em confinamento obrigatório, em estabelecimento de saúde ou no respetivo domicílio, pelo facto de estarem infetados pela doença covid-19 ou por ter sido determinada por autoridade de saúde a vigilância ativa sobre as suas situações no âmbito da atual pandemia».

Também podem beneficiar desta medida os candidatos «afetados por graves motivos de saúde, designadamente intervenções cirúrgicas».

A candidatura à primeira fase, dos alunos que se encontrem nas situações acima referidas, «carece sempre da respetiva validação por parte da Autoridade Nacional ou Regional de Saúde”.

Face à suspensão das aulas presenciais, a primeira fase dos exames nacionais voltou a ser adiada, tendo começado na sexta-feira passada, dia 2 de junho, com cerca de 152 mil alunos inscritos.

À semelhança do ano passado, os exames voltam a não ser obrigatórios para a conclusão do secundário, no entanto, contam para melhoria da nota interna dos alunos e não apenas para ingressar no ensino superior.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *